Britney Spears diz que não vai se apresentar enquanto o pai controlar sua carreira

·2 minuto de leitura

Britney Spears afirmou que não se apresentará novamente enquanto o pai controlar sua carreira e disse que a tutela sob a qual foi submetida nos últimos 13 anos "matou seus sonhos". Seus comentários, feitos em um longo post no Instagram no sábado, foram os últimos em uma série de falas públicas criticando a tutela que controla sua vida pessoal e financeira, a qual ela implora que termine.

“Não vou me apresentar tão cedo em quaisquer palcos com meu pai controlando o que eu visto, digo ou penso”, escreveu a intérprete de “Piece of Me”, que acrescentou: "Eu prefiro muito mais compartilhar vídeos, SIM, da minha sala de estar, em vez do palco em Vegas... Eu não vou colocar uma maquiagem forte e tentar, tentar e tentar no palco e não conseguir fazer o melhor com remixes das minhas músicas há anos".

O pai da estrela, Jamie Spears, é o único controlador do patrimônio de US$ 60 milhões dela, sob as regras da tutela judicial que ele pediu em 2008. Por semanas, a superestrela do pop tem implorado a um juiz em Los Angeles, nos Estados Unidos, para libertá-la do controle por Jamie, aumentando o interesse global em seu caso. A próxima audiência ocorrerá em 29 de setembro.

Britney alcançou a fama na adolescência e sofreu um colapso público em 2007, quando atacou um carro de paparazzi em um posto de gasolina. No ano seguinte, um tribunal da Califórnia a colocou sob tutela legal, controlada por seu pai. A estrela rapidamente voltou a trabalhar depois disso, lançando três álbuns, aparecendo em vários programas de TV e se estabelecendo na residência de shows em Las Vegas, a qual ela se referiu no post do Instagram.

Mas em janeiro de 2019, anunciou abruptamente que estava suspendendo suas apresentações até novo aviso. No mês passado, a cantora implorou para que sua situação mudasse, alegando que havia sido impedida de retirar o DIU, apesar de querer mais filhos, e que recebeu drogas à força que a fizeram se sentir "bêbada". Britney disse que foi forçada a fazer shows sob ameaça de processo e não teve permissão para se mudar ou dirigir seu próprio carro.

"Meu suposto sistema de apoio me machucou profundamente! Essa tutela matou meus sonhos ... então tudo que tenho é esperança, que é a única coisa neste mundo que é muito difícil de matar... Mas as pessoas ainda tentam!", escreveu ela no sábado.

Britney também fez referência a documentários recentes sobre sua situação, que ajudaram a fazer um acerto de contas sobre o tratamento dado pela indústria do entretenimento aos jovens astros pop.

"Não gostei da forma como os documentários trazem à tona momentos humilhantes do passado... Já passei por tudo isso e já faz muito tempo!"

Na quarta-feira, Britney obteve uma grande vitória em sua batalha legal depois que um juiz decidiu que ela poderia nomear seu próprio advogado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos