BRT: prefeitura do Rio reabre última estação fechada e anuncia revitalização de mais 79

·3 min de leitura

RIO — A Prefeitura do Rio entregou, na manhã desta quinta-feira, dia 30, a 46ª estação do BRT reformada desde que assumiu a gestão do BRT Rio, em março. A estação Golfe Olímpico, na Barra da Tijuca, estava fechada desde março de 2020. Em abril deste ano, foi destruída por um incêndio. Com sua reabertura, a prefeitura finaliza o programa de recuperação anunciado no início da intervenção. Além disso, foi anunciada, para o próximo ano, a revitalização de outras 79 estações.

— Ver essas estações sem funcionar era algo inconcebível. Hoje, nós concluímos a entrega da 46ª estação que estava fechada e as que estão em funcionamento vão passar por reforma. Esperamos, ao longo de 2022, encerrar esse processo de recuperação do BRT. Há medidas importantes a serem tomadas no início do ano, como a licitação da bilhetagem e a compra de 600 ônibus só para o BRT. A população pode ter certeza que estamos trabalhando para devolver a dignidade a quem usa o BRT — afirmou o prefeito Eduardo Paes.

A Golfe Olímpico é a primeira das estações reabertas com um sistema de automação e sonorização. A catraca dos cadeirantes e as portas de rolagem para abertura e fechamento da estação, por exemplo, são controladas remotamente pelo Centro de Controle Operacional (CCO) do BRT. No local, alarmes serão disparados sempre que o monitoramento identificar qualquer ação criminosa no local. O sistema de som permitirá que os passageiros sejam informados sobre incidentes que possam afetar seu deslocamento nos corredores.

A primeira das 46 estações a ser reaberta foi Olaria, na Zona Norte, em junho. Entre setembro e outubro, 19 estações fechadas na Avenida Cesário de Melo, em Campo Grande, a maioria desde 2018, voltaram a funcionar. No total, a prefeitura aportou até o momento com material e prestação de serviços R$ 24.054.093,59 no programa.

— Pedimos para que as pessoas ajudem a Prefeitura na preservação desses espaços. Essa é uma estação-piloto em nosso projeto de automação e sonorização das estações. Tem botão de pânico e um sistema que permite passar informações para os usuários, entre outras novidades — destacou a interventora Claudia Secin.

Intervenção trouxe mudanças ao sistema

Além da reabertura das estações, o BRT contou com diversas ações ao longo de 2021, como a reforma e a reabertura de estações e o aumento da frota, passando de 120 veículos articulados para 215. Com isso, o sistema do BRT passou de 190 mil usuários por dia em janeiro/2021 para 236 mil em novembro/2021 — aumento de 24%.

Foram implementados quatro serviços eventuais, conhecidos como "diretões", inserindo 80 ônibus convencionais no corredor Transoeste e atendendo cerca de 20 mil passageiros por dia. Essa ação emergencial garantiu a manutenção do serviço nos horários de pico, em que a disponibilidade de articulados era mais crítica. Hoje o serviço permanece em funcionamento entre a estação Santa Cruz e o Terminal Alvorada e entre Pingo D'Água e Alvorada (via Magarça).

Usuários contaram ainda com um reforço na segurança por meio do programa BRT Seguro. Desde junho, há cerca de 130 agentes realizando diariamente o patrulhamento nas estações. Além disso, foi implementado o BRT Rosa, com espaço exclusivo para mulheres e crianças nos horários de pico. O projeto começou pela linha 17 (Campo Grande x Santa Cruz – Parador), que circula na Avenida Cesário de Melo, por meio do corredor Transoeste.

— A gente encerra um ano vitorioso. Conseguimos reformar e reabrir todas as estações que estavam fechadas. Ano que vem, seguiremos reformando o sistema BRT e também vão chegar novos ônibus para que possamos oferecer um serviço de excelência ao usuário — disse a secretária Municipal de Transportes, Maina Celidonio.

Licitações para o próximo ano

Para a requalificação do sistema BRT, a Secretaria Municipal de Transportes do Rio (SMTR) prepara para 2022 a licitação em duas fases: a primeira para a compra de frota, possibilitando a substituição dos ônibus antigos, e a segunda para a concessão da operação dos serviços do sistema. O novo formato possibilitará uma melhora no atendimento à população, com mais veículos, menos lotação e com intervalos menores entre os ônibus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos