Brumadinho (MG) lança guia turístico com 28 experiências na região

***ARQUIVO***BRUMADINHO, 22.01.2020 - Vista aérea da lama do Córrego do Feijão, em Brumadinho, no estado de Minas Gerais. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***BRUMADINHO, 22.01.2020 - Vista aérea da lama do Córrego do Feijão, em Brumadinho, no estado de Minas Gerais. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - A cidade de Brumadinho, a cerca de 60 Km de Belo Horizonte, atrai viajantes domésticos e internacionais com o Instituto Inhotim, um dos maiores espaços de arte contemporânea a céu aberto do mundo. E, para além das belezas do museu, o turista encontra na cidade muitos outros atrativos, ainda desconhecidos de grande parte dos brasileiros.

Para valorizar e fomentar o turismo rural e de base comunitária na cidade, foi criado o projeto "Céu de Montanhas". Nele, 28 experiências turísticas criadas por empreendedores locais, com curadoria do desinger e estilista mineiro Ronaldo Fraga, foram organizadas em um catálogo agora à disposição de quem quer se aprofundar mais na visita a Brumadinho.

O catálogo reúne artesãos que fazem cerâmicas e bordados, variados empreendimentos de gastronomia, que valorizam a cozinha local, bem como quilombos e assentamentos rurais, que proporcionam diferentes experiências e vivências para os visitantes.

O material traz o tarifário e as formas de contato com os empreendedores para realização de reservas das experiências.

Inicialmente, foram identificados os empreendimentos com potencial para atrair turistas e movimentar a economia da região. Sob coordenação de Fraga, profissionais de diversas áreas realizaram capacitações e ajudaram a desenvolver a oferta de atrativos e produtos que proporcionassem uma experiência diferenciada para os visitantes.

Segundo o designer, para além de proporcionar emprego e renda, o projeto busca trabalhar com a autoestima das pessoas da comunidade. Um dos objetivos é potencializar os ofícios que as pessoas já têm.

"Seria pouco dizer que esse catálogo é o primeiro catálogo de vivência e experiência de turismo em Minas. E isso já não é pouco. Seria pouco dizer que é um catálogo com cerâmicas maravilhosas, com receitas de família, com lugares lindos para ver, com música para dançar e ouvir, isso ainda é pouco. Ele traz o diálogo de tudo isso formando uma coisa só, que é a trama amorosa que desenha a cultura desse lugar", acredita Fraga.

"O projeto nos mostrou como a gente poderia aproveitar as experiências que temos no quilombo para fazer um turismo sustentável. Eles nos ajudaram a desenvolver o artesanato e a culinária que já fazíamos para chamar os turistas", diz Jaime Ferreira, do quilombo do Ribeirão.

Para a empresária Marcela Azevedo, proprietária da Cachaçaria Itinerante, um dos maiores impactos do projeto é o reconhecimento e incentivo a uma economia criativa forte na cidade.

"Ele traz um olhar que é muito importante para a valorização das pessoas que estão nesse entorno. A valorização da economia e do turismo representa um respeito à região e ao território em que o turista está. Para além de movimentar a economia, traz desenvolvimento social para a comunidade", diz.

Quem visita a cachaçaria de Marcela tem a oportunidade de aprender mais sobre os diferentes tipos de cachaça e como funciona a harmonização da bebida. Além disso, o visitante "come" os drinques --feitas a partir de técnicas da gastronomia molecular, as bebidas são transformadas em pratos.

A artesã Eny Amorim diz que o turismo na cidade foi fortemente afetado pelo rompimento da barragem, o que impactou a vida de muitos comerciantes. Segundo ela, a aposta em proporcionar vivências satisfatórias para quem visita seu ateliê de cerâmicas fortaleceu ainda mais o seu negócio.

Hoje, além de comprar peças prontas, o turista pode conhecer todo o processo de fabricação das cerâmicas, além de experimentar confeccionar uma peça própria.

A iniciativa é realizada pela Vale, em parceria com o Instituto Rede Terra, e faz parte das ações de reparação pelo rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em janeiro de 2019.

Ações futuras esperadas são a criação de uma loja virtual, reunindo todos os atrativos e promoção dos roteiros em Belo Horizonte e outras capitais. Também estão sendo discutidas parcerias com a Secretária de Cultura e Turismo de Minas Gerais, com o Ministério do Turismo e com a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos