'Bruno Covas era esperança', diz João Doria após morte de prefeito de SP

·2 minuto de leitura
Foto: Eduardo Knapp/Folhapress
Foto: Eduardo Knapp/Folhapress
  • Aos 41 anos, morre Bruno Covas, prefeito de São Paulo

  • Tucano foi diagnosticado com câncer na cárdia em 2019 e deixa um filho de 15 anos

  • Ricardo Nunes, vice do tucano, assumirá a gestão da capital paulista

O governador João Doria (PSDB) lamentou neste domingo (16) a morte do seu parceiro político, o prefeito Bruno Covas, 41. O prefeito da cidade de São Paulo morreu às 8h20 num leito do Hospital Sírio-Libanês por complicações de um câncer no sistema digestivo descoberto em 2019. 

Para Doria, que teve Covas como seu vice quando esteve à frente da prefeitura paulistana, a morte do político "é um momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida". 

Leia também

Doria deixou o comando da cidade de São Paulo, em 2018, para disputar o governo paulista, e Bruno assumiu a gestão da prefeitura. Em 2020, foi reeleito para mais quatro anos. 

"A força de Bruno Covas vem do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos, ao povo de São Paulo e aos filiados do seu partido, o PSDB. Sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva", disse o governador. 

Doria afirmou que acompanhou Bruno Covas desde o início da vida pública dele e o via sempre ao lado de seu avô, Mário Covas (1930-2001). "Tive a honra de tê-lo como vice, na prefeitura de São Paulo. E a alegria de ver seus ideais e realizações aprovados nas eleições de 2020." 

Bruno Covas, segundo Doria, era sensível, correto, racional, pragmático e ponderado. "Tinha voz sensata, sorriso largo e bom coração", enumerou Doria. 

"Bruno Covas era esperança. E a esperança não morre: ela segue, com fé, nas lições que ele nos ofereceu em sua vida. Muito obrigado, Bruno. Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo." 

Leia, abaixo, o comunicado do governador João Doria

Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images
Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images

Obrigado, Bruno Covas, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. À Renata e ao Pedro, seus Pais, Gustavo, seu irmão e especialmente Tomás, seu filho, meu afeto nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. São Paulo terá sempre muito orgulho desse filho querido.

A força de Bruno Covas vem do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos, ao povo de São Paulo e aos filiados do seu partido, o PSDB. Sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva.

Tive o privilégio de acompanhá-lo desde o início da vida pública, ao lado do seu avô Mario Covas. Tive a honra de tê-lo como vice, na prefeitura de São Paulo. E a alegria de ver seus ideais e realizações aprovados nas eleições de 2020.

Bruno Covas era sensível, sereno, correto, racional, pragmático e ponderado. Voz sensata, sorriso largo e bom coração. Bruno Covas era esperança. E a esperança não morre: ela segue, com fé, nas lições que ele nos ofereceu em sua vida.

Muito obrigado, Bruno. Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo.

João Doria

Governador do Estado de São Paulo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos