Bruno Covas tem alta, mas continua impedido de participar de agendas públicas

·1 minuto de leitura

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, recebeu na tarde desta terça-feira alta do Hospital Sírio-Libanês, onde estava internado desde o dia 15 para tratamento de câncer. Covas se submeteu à quimioterapia em conjunto com imunoterapia depois da descoberta de novos tumores no fígado e nos ossos.

O tratamento acabou se prolongando por causa do acúmulo de líquido no espaço entre os pulmões e a pleura, dentro da caixa torácica. "O prefeito foi submetido a drenagem pleural e seu quadro evoluiu com sucesso, com redução do líquido e melhora clínica", afirma o boletim médico assinado pelos médicos Fernando Ganem e Angelo Fernandez, diretor de governança clínca e diretor clínico do hospital.

O boletim ainda diz que Covas está apto "a manter suas atividades pessoais e profissionais, porém sem participar de agendas públicas por enquanto".

O tratamento vai prosseguir com aplicações de 48 horas a cada duas semanas.