Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank fazem parte de comitê antirracista na escola onde filhos estudam

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank têm a luta contra o racismo como uma bandeira de vida. E não é apenas o episódio ocorrido no último fim de semana em Portugal que prova isso. O casal, pais de Titi e Bless, além do pequeno Zyan, de 2 anos, trava essa luta também nas esferas mais privadas. Eles fazem parte do comitê antirracista na escola particular onde os filhos estudam, no bairro da Gávea, na Zona Sul do Rio.

Bruno e Giovanna, ao lado de outros pais e professores, são atuantes no comitê criado recentemente, que promove encontros, discute propostas pedagógicas e propõe uma agenda antirracista na escola.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos