Bruno Pereira e Dom Phillips: imprensa estrangeira pede reforço de buscas a Bolsonaro

Dom Phillips, jornalista inglês, está desaparecido na região do Vale do Javari, com o indigenista Bruno Pereira (Foto: Getty Images)
Dom Phillips, jornalista inglês, está desaparecido na região do Vale do Javari, com o indigenista Bruno Pereira (Foto: Getty Images)

Resumo da notícia

  • Membros da imprensa estrangeira enviaram carta a Jair Bolsonaro questionando paradeiro de Dom Phillips e Bruno Pereira

  • Documento foi assinado por editores de jornais como "The Guardian" e "New York Times"

  • Jornalista e indigenista estão desaparecidos desde domingo (5), na região do Vale do Javari

Nesta quinta-feira (9), membros da imprensa internacional enviaram uma carta ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), pedindo maiores esforços na busca pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista Bruno Pereira.

Os dois estão desaparecidos desde o último domingo (5), quando faziam um trajeto de barco na região do Vale do Javari, no Amazonas.

A carta é assinada por editores de jornais internacionais como “The Guardian”, “The Washington Post”, “New York Times”, “Wall Street Journal” e o jornal brasileiro Folha de S. Paulo. Agências de notícias também estão envolvidas, como Associated Press, France Presse e Bloomberg News, além do Pulitzer Center. O documento tem contribuição ainda de mais 18 veículos e organizações ligadas ao jornalismo e à comunicação.

“Escrevemos para expressar nossa extrema preocupação com a segurança e o paradeiro de nosso colega e amigo Dom Phillips, e Bruno Araújo Pereira, com quem Dom estava viajando. Dom é um jornalista respeitado globalmente com um profundo amor pelo Brasil e seu povo”, diz o texto.

O documento reforça ainda o pedido de colegas e familiares para que as buscas sem intensificadas pelas autoridades locais, estaduais e municipais, com a participação dos serviços de emergência brasileiros.

“Como editores e colegas que trabalharam com Dom, agora estamos muito preocupados com relatos do Brasil de que os esforços de busca e resgate até agora têm recursos mínimos, com as autoridades nacionais demorando a oferecer assistência mais do que muito limitada.”

Sem esperanças

Alessandra Sampaio, esposa do jornalista britânico Dom Phillips, diz que não tem mais esperanças de encontrar o marido vivo. Dom e o indigenista Bruno Pereira estão desaparecidos desde a manhã do último domingo (5), na Amazônia. Eles estavam em uma expedição entre a comunidade ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte (AM) quando perderam o contato.

Em entrevista à GloboNews nesta quarta-feira (8), Alessandra falou da angústia que vive desde que soube, na segunda-feira (6), que Dom e Bruno não haviam retornado.

“É uma angústia de não saber o que ele está passando. Eu realmente não acho mais que ele e nem o Bruno… e eu estou tentando levar isso da melhor forma, porque acho que ele iria querer que eu fosse forte em uma situação dessa”, diz Alessandra.

A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), informou que os dois profissionais desaparecidos se deslocavam com o objetivo de visitar a equipe de vigilância indígena que atua perto do Lago do Jaburu. O jornalista pretendia realizar algumas entrevistas com os habitantes daquela região.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos