Bruno Pereira e Dom Phillips: PF encontra ‘material aparentemente humano’ em rio

Bruno Pereira e Dom Phillips desapareceram no último domingo (5) na região do Vale do Javari (Foto: Reprodução)
Bruno Pereira e Dom Phillips desapareceram no último domingo (5) na região do Vale do Javari (Foto: Reprodução)

Resumo da notícia

  • Durante buscas por Bruno Pereira e Dom Phillips, Polícia Federal diz ter encontrado "material aparentemente humano"

  • Material será enviado para a perícia da Polícia Federal

  • Jornalista e indigenista estão desaparecidos desde o dia 5 de junho

A Polícia Federal encontrou “material orgânico aparentemente humano” durante as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista inglês Dom Phillips. Em nota, a PF afirma que os possíveis indícios foram encontrados durante a Operação Javari, na região do Rio Itaquaí, último local onde a dupla foi vista.

Agora, o material será periciado pelo Instituto de Criminalistica da Polícia Federal. O órgão também vai analisar as amostras de sangue que estavam no barco de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como “Pelado”. Ele foi preso temporariamente na última quinta-feira (9) e é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Pereira e Phillips.

“As equipes de busca localizaram no rio, próximo ao porto de Atalaia do Norte, material orgânico aparentemente humano, o qual está sendo encaminhado para analise pericial”, diz a nota da Polícia Federal.

“Ainda na data de hoje, houve a coleta de materiais genéticos de referência do jornalista britânico na cidade de Salvador e do indigenista Bruno Pereira na cidade do Recife”, informam as autoridades. Com o material coletado, a ideia é facilitar o processo de identificação.

"Busca incansável", diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira (10) que o governo federal faz “busca incansável” pelo indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips. Os dois estão desaparecidos desde domingo (5) na Amazônia.

Em discurso na Cúpula das Américas, em Los Angeles, nos Estados Unidos, o mandatário brasileiro disse que “pede a Deus” para eles serem encontrados com vida.

"Desde o último domingo, quando tivemos informação que dois cidadãos, um britânico, Dom Phillips, e um brasileiro, Bruno Araújo, desapareceram na região do Vale do Javari, desde o primeiro momento, naquele mesmo domingo, nossas Forças Armadas e a Polícia Federal têm se destacado na busca incansável da localização dessas pessoas. Pedimos a Deus que sejam encontrados com vida", falou.

A ONU (Organização das Nações Unidas) pediu hoje, em nota oficial, que o governo de Bolsonaro redobre os esforços para encontrar Bruno Araújo e Dom Phillips.

Na cúpula, Bolsonaro disse também que o Brasil é o país que “mais preserva o meio ambiente” e, assim como ocorreu na quinta (9), durante encontro com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a defender a legislação ambiental brasileira.