Bruxelas reforça "apoio total" à Ucrânia

Em Davos, no Fórum Económico Mundial, a Presidente da Comissão Europeia mostrou mais uma vez o apoio total à Ucrânia. Ursula von der Leyen transmitiu uma mensagem que espera que seja ouvida em Moscovo e em Kiev.

“Não haverá qualquer recuo no nosso firme apoio à Ucrânia. Desde a ajuda para restaurar a energia, o aquecimento e a água, até à preparação para o esforço de reconstrução a longo prazo. E para reafirmar esse apoio, anunciámos ontem que a Comissão vai garantir 3 mil milhões de euros de apoio financeiro. Esta é a primeira tranche do nosso pacote de 18 mil milhões de apoios para 2023, a maior assistência macrofinanceira de sempre a um país terceiro", afirmou von der Leyen.

A ajuda europeia é um dos pilares da economia ucraniana, que se tornou um dos principais alvos do exército russo e que está muito enfraquecida pela guerra.