BTS na Casa Branca: em foto com o grupo, Biden se rende ao famoso gesto de coração sul-coreano

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente dos EUA, Joe Biden, divulgou uma prévia de sua conversa com o grupo sul-coreano BTS que, nesta terça-feira, vistou a Casa Branca, em Washington, em razão do mês da herança dos ásio-americanos, havaianos nativos e povos das ilhas do Pacífico (AANHPI). O septeto, formado por RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook, discursou sobre quebra de preconceitos e importância da inclusão e respeito na sociedade. Os artistas divulgaram ainda uma foto fazendo, junto com o presidente americano, o típico gesto sul-coreano do coraçãozinho com os dedos indicador e médio. Essa é uma forma de expressar carinho, amor, gratidão e outros sentimentos positivos que se popularizou mundialmente na última década com a expansão da Hallyu, a onda cultural da Coreia do Sul, por meio em especial da arte, como em músicas, filmes e K-dramas.

Biden ainda avisou na postagem que mais conteúdo de seu encontro com o BTS deve ser divulgado em breve.

Segundo jornalistas que estiveram presentes na sala de imprensa da Casa Branca, a visita dos artistas movimentou a conferência da presidência, atraindo mais repórteres e fotógrados do que normalmente.

Confira a tradução do vídeo postado por Biden no Twitter:

RM: É uma honra conhecê-lo, Sr. Presidente.

Biden: Bom, sejam bem-vindos à Casa Branca. Venham aqui, rapazes.

Este é um mês importante aqui nos Estados Unidos.

Muitos dos nossos amigos ásio-americanos têm sido alvo de real discriminação. Ódio apenas esconde. Quando pessoas boas falam sobre isso e dizem o quanto isso é ruim, ele decai. Então, obrigado.

RM: Nós gostaríamos de sinceramente agradecê-lo, por sua decisão, tal como sancionar a lei da Covid-19 contra crimes de ódio. Então nós só gostaríamos de ser uma pequena ajuda e verdadeiramente prezamos pela Casa Branca e as tentativas do governo de encontrar soluções.

Biden: As pessoas ligam muito para o que vocês dizem, e o que vocês estão fazendo é bom para todos. Não é só seu grande talento, é a mensagem que vocês estão passando. Isso importa.

Assista ao discurso realizado na terça-feira, 31:

Entenda a participação do BTS em causas sociais

Na última semana, a Casa Branca anunciou a presença do BTS no evento pelo mês da herança dos povos AANHPI nos EUA. Em comunicado, a presidência americana lembrou que Biden "já havia falado sobre seu compromisso de combater a onda de crimes de ódio anti-asiáticos".

Em maio de 2021, em meio à Covid-19, foi sancionada a Lei de Crimes de Ódio "para fornecer recursos às autoridades para identificar, investigar e denunciar crimes de ódio e garantir que as informações sobre crimes de ódio são mais acessíveis às comunidades AA (ásio-americana) e NHPI (havaianos nativos e povos das ilhas do Pacífico)”, disse a Casa Branca.

"O presidente Biden e o BTS também discutirão a importância da diversidade e inclusão e o propósito do BTS como embaixador da juventude que espalha uma mensagem de esperança e positividade em todo o mundo", completou.

No início de 2021, BTS e BigHit Music renovaram seu compromisso com a campanha Love Myself (Amar a si mesmo, em tradução livre), criada em 2017, prometendo mais de US$ 1 milhão para a Unicef, bem como os rendimentos da venda de mercadorias e uma parte das vendas do álbum "Love Yourself". O projeto busca formas de acabar com a violência, o abuso e o bullying, por meio de mensagens positivas de amor próprio e autocuidado para promover a autoestima e o bem-estar entre crianças e jovens ao redor do mundo. Em 2018, o BTS discursou pela primeira vez diante de chefes de estado e líderes mundiais na Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York. O grupo voltou a discursar em 2020, ainda que tenha ocorrido de forma remota devido à pandemia. Já em 2021, a participação foi presencial mais uma vez. BTS chamou atenção tanto com suas declarações quanto com uma performance de "Permission do dance" do salão da ONU, marcando o início da semana da 76ª Assembleia Geral.

Em setembro do último ano, BTS foi nomeado enviado especial para as gerações e cultura futuras da Coreia do Sul em cerimônia realizada na Casa Azul, onde ficam o escritório e a residência do chefe de Estado. O canal do YouTube da presidência divulgou imagens do momento em que os idols RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook receberam seus certificados diplomáticos pelas mãos do então presidente Moon Jae-in.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos