Bug em loja online da Apple disponibiliza iPhone 14 por R$ 4 mil mensais

Falha acontece na mesma semana de lançamento do mais recente smartphone da marca da maçã (Photo by Stanislav Kogiku/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Falha acontece na mesma semana de lançamento do mais recente smartphone da marca da maçã (Photo by Stanislav Kogiku/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Bug em loja online da Apple disponibilizou o iPhone 14 por R$ 4 mil mensais

  • Falha afetou também os preços do iPhone SE

  • Apple informou que o problema já foi corrigido

Uma falha na loja online da Apple disponibilizou o iPhone 14, lançado na semana passada, pelo preço de US$ 777,777 mensais, o equivalente a cerca de R$ 4 mil em conversão direta.

De acordo com informações do portal Tecmundo, "o bug afetou até mesmo os preços do iPhone SE, cujo valor sugerido nos EUA é de US$ 429. Na propaganda em questão, a Apple fornece o pagamento absurdo parcelado dos novos smartphones, incluindo o 14 Pro

A Apple informou que o problema já foi corrigido.

Novidades recentes

O iPhone 14 começa em US$ 799 (cerca de R$ 4mil, em cotação atual), enquanto o iPhone 14 Plus vai ser comercializado a US$ 899 (R$ 4,7 mil). As pré-encomendas começaram no dia 9 de setembro; o iPhone 14 será lançado a partir de 16 de setembro, enquanto o iPhone 14 Plus será lançado a partir de 7 de outubro.

O iPhone 14 terá uma tela de 6,1 polegadas, enquanto o iPhone 14 Plus terá uma tela de 6,7 polegadas. Ambos rodarão o chip A15 Bionic visto pela primeira vez no iPhone 13 Pro do ano passado. Há uma câmera traseira de 12MP (que a Apple agora chama de câmera “principal”) com um sensor maior na parte traseira, enquanto a câmera frontal de 12MP está recebendo um novo sistema de foco automático para selfies melhores / mais rápidas.

Já o iOS 16 foi disponibilizado pela Apple nesta terça-feira (13). Com a novidade, a lista de modelos que não são compatíveis com a versão voltou a aumentar.

O sistema pode ser atualizado por todos os todos os modelos da Apple desde o iPhone 8. Dessa forma, o iPhone 6S e 6s Plus, o 7 e 7 Plus, assim como a primeira geração do iPhone SE deixam de ser equipamentos capazes de serem atualizados.

Além de mais segurança, a nova atualização também traz mais personalização da Tela de Bloqueio, que agora terá mais opções de relógios, além de um sistema mais fácil de transformar fotografias em stickers usando o Live Text.