Burger King cancela compra da Domino's

·1 min de leitura

RIO — A BK Brasil anunciou um acordo com a gestora Vinci Partners para cancelar a aquisição da operação brasileira da rede de pizzarias Domino’s. Em fato relevante ao mercado, as deteriorações das condições de mercado em comparação com a época do anúncio foram apontadas como as responsáveis pelo cancelamento.

O negócio foi divulgado em julho. A BK, que também opera os restaurantes Popeyes, iria absorver a DP Brasil, responsável pela presença local da Domino’s.

Com a transação, a BK chegaria a mais de 1.200 restaurantes no seu portfólio. E a Vinci Partners, que é dona da DP Brasil, receberia 16,4% do capital da BK, voltando a ser a maior acionista da companhia.

Na sexta-feira, as ações da BK fecharam com queda de 3,24%, negociadas a R$ 6,87. No ano, os papéis têm queda de quase 37%, sendo a companhia avaliado em menos de R$ 1,9 bilhão.

Ainda nos planos

Apesar do cancelamento, o negócio não está descartado. O Burger King e a Vinci acertaram um direito exclusivo de preferência por um ano.

“A Companhia terá a opção de exercer referido direito de preferência mediante pagamento em dinheiro, ou mediante entrega de ações de emissão da Companhia por meio de uma operação societária, como a incorporação de ações da DP Brasil originalmente previstano Acordo de Associação”, destacou o Burger King, em comunicado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos