Busca por carro por assinatura dispara em 2021

·1 minuto de leitura
No carsharing, o cliente aluga um veículo por um, dois ou mesmo três anos e, ao fim do contrato, devolve esse veículo
No carsharing, o cliente aluga um veículo por um, dois ou mesmo três anos e, ao fim do contrato, devolve esse veículo

Um estudo da Similarweb feito para o InfoMoney aponta que a busca por carros por assinatura disparou no Brasil em 2021. O motivo principal seria a falta de peças no mercado automotivo, além da paralisação de algumas fábricas.

Nessa modalidade, também chamada de carsharing, o cliente aluga um veículo por um, dois ou mesmo três anos e, ao fim do contrato, devolve esse veículo. Existe a possibilidade de renovar a assinatura com o mesmo carro ou mesmo comprá-lo ao fim do contrato.

Leia também:

A pesquisa afirma que entre janeiro e maio de 2021, as visitas em sites a partir da busca pelo termo “carro por assinatura” registraram crescimento de 457,9% em comparação com o mesmo período de 2020.

Montadoras como Fiat, Volkswagen e Renault, locadoras como Localiza e Unidas, e a seguradora Porto Seguro, já oferecem a opção de carros por assinatura aos seus consumidores.

O estudo também considerou o número de visitas a sites de aluguel de carros, que saltou de 7,7 milhões, em abril e maio de 2020, para 12 milhões no mesmo período de 2021. O levantamento foi feito em 152 sites e considerados os acessos via desktop e smartphone.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos