Buscas a Lázaro Barbosa entram no 15º dia com denúncia de troca de tiros e cão farejador ferido

·1 minuto de leitura

RIO — As busccas por Lázaro Barbosa Sousa entram no 15º dia, nesta quarta-feira, com uma denúncia de que ele teria trocado tiros com o caseiro de uma chácara em Cocalzinho de Goiás, região rural de Goiás onde ele vem se escondendo, informou o "G1". Equipes da força-tarefa composta por 270 policiais, cães farejadores, helicópteros, drones e a cavalaria fizeram um cerco, na noite desta terça-feira, para tentar localizar o criminoso, segundo o portal de notícias.

Os policiais informaram à "TV Anhanguera" que um homem teria tentado arrombar a porta da chácara e o caseiro reagiu a tiros. O invasor reagiu e atirou também. Não há informações de feridos. As buscas na propriedade começaram por violta das 22h. Pouco depois da meia-noite as equipes começaram a voltar para a base da força-tarefa.

Também nesta terça-feira, um dos cães farejadores que participam das buscas a Lázaro ficou ferido. De acordo com o "G1" o pastor alemão Sauke se machucou numa pedra dentro de um rio. Ele teve um corte numa das patas traseiras. O cachorro teve que ser carregado nas costas por um policial militar. Sauke foi atendido numa clínica em Goiânia e passa bem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos