Buscas sobre cancelamento da HBO aumentam após fim de Game of Thrones

Rafael Arbulu

Segundo o Google Trends, o volume de buscas sobre como cancelar serviços de assinatura da HBO aumentou drasticamente após o último episódio da série Game of Thrones, veiculado pela emissora no domingo (19). Gráficos demonstrativos revelam que o volume de buscas pelo cancelamento supera qualquer alta que a série possa ter trazido durante todas as suas oito temporadas.

Segundo o presidente de programação da HBO, Casey Bloys, a noção de que serviços como o HBO GO e similares vão diminuir em volume de assinaturas não deve ser levada a sério.

“Historicamente, o que nós vemos é que, antes de qualquer show de primeira linha como Game of Thrones, True Detective, Westworld — obviamente, Game of Thrones é o maior — há normalmente um aumento de inscrições por causa dessas séries, e uma queda logo depois. Normalmente, o que esperamos é um ganho. Então é claro que há pessoas que assinavam a HBO por causa de Game of Thrones, mas, historicamente, nós costumamos acabar com um ganho geral, e é isso que esperamos nesse caso também”, disse em entrevista ao Deadline.

Os gráficos do Google Trends e algumas reações nada educadas no Reddit, porém, mostram um caminho inverso. Nunca houve um momento, em toda a história da série, em que o volume de buscas por cancelamento dos serviços de streaming da emissora tenha sido tão evidente. Analisando por toda a duração de Game of Thrones, os momentos após o final do último episódio superam todas as outras temporadas.

Usuário "bumblxbee" postou a confirmação de seu cancelamento da HBO após o fim de  Game of Thrones, e ele não foi exatamente "polido" (Imagem: Reprodução/bumblxbee via Reddit)
Busca por cancelamentos da HBO após a última temporada de  Game of Thrones foi maior do que qualquer outra busca durante todas as oito temporadas da séries (Imagem: Reprodução/Google Trends)

Comparações entre os serviços da HBO e algum concorrente, como a Netflix (em vermelho), nessas últimas seis semanas (duração da última temporada) ainda deixam a HBO em vantagem. Mesmo assim, é possível ver no último gráfico que justamente no final do último episódio o salto nas buscas relacionadas ao cancelamento de um dos serviços da emissora americana (em azul).

Cancelamentos de outros serviços ainda são mais buscados no Google, mas note como a HBO (em azul) se aproxima da Netflix (em vermelho) bem na ponta do gráfico (Imagem: Reprodução/Google Trends)
Em comparação mais específica, relacionada apenas à última temporada, HBO (azul) e Netflix (vermelho) tiveram seus cancelamentos buscados por igual, exceto pelo último episódio, onde a ponta do gráfico mostra um salto para a emissora americana (Imagem: Reprodução/Google Trends)

Pela percepção de Casey Bloys, a HBO espera que o quadro acabe se revertendo com a chegada de novos shows: a companhia já anunciou para 2020 a estreia da terceira temporada de Westworld, além de ter na manga quatro prólogos de Game of Thrones, ambientados antes dos eventos da série original — um deles já está em fase de pré-produção e será estrelado por Naomi Watts e Josh Whitehouse.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: