Butantan: crítica de Bolsonaro à China atrasa a chegada de vacinas

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, concedeu uma entrevista coletiva, nesta quinta-feira, após os comentários do presidente Jair Bolsonaro que deram a entender que a China fabricou o vírus como parte de uma 'guerra química e bacteriológica'. Segundo Covas, esse tipo de posicionamento do governo brasileiro afeta a chegada de insumos para a fabricação da Coronavac.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos