BV acerta compra de fatia da Méliuz e o controle do Bankly

(Reuters) - A Méliuz anunciou nesta sexta-feira acordo com o banco BV, que prevê a compra de uma fatia da empresa de cashback e fidelização de clientes pelo banco do Grupo Votorantim a 1,50 real por ação.

O negócio envolve a aquisição pelo Fundo de CVC do banco BV de cerca 3,85% do capital da Méliuz detida pelos acionistas Israel Fernandes Salmen, André Amaral Ribeiro e Lucas Marques Peloso Figueiredo, com opção de compra de todas as ações da empresa de titularidade desses acionistas.

Na véspera, as ações do Méliuz fecharam a 1,18 real.

As companhias também celebram um memorando de entendimentos para negociar a venda do controle do Bankly - empresa que oferece serviços de banking as a service - em até 90 dias a contar da presente data, com base no 'enterprise value' 210 milhões de reais.

Em razão disso, o Méliuz decidiu interromper os estudos para a cisão e listagem do Bankly.

O negócio ainda envolve um acordo pelo qual a Méliuz ofertará aos seus clientes produtos e serviços financeiros do banco BV, que contratará Bankly para adicionar produtos à sua oferta de serviços financeiros.

Com o acordo, a "Méliuz passa a atuar na oferta de produtos e serviços financeiros no modelo asset light, deixando de assumir diversos custos e despesas relacionados aos produtos e focando apenas na experiência do usuário", afirmou em fato relevante.

(Por Paula Arend Laier)