Precisa de um empréstimo? Startup brasileira mostra a melhor opção do mercado

Startup brasileira ajuda a encontrar a melhor opção de empréstimo consignado (Foto: Getty Images)

Por Mariana Lima

Em um país com 24 milhões de aposentados e pensionistas, o interesse de bancos em oferecer crédito consignado é crescente. A startup brasiliense BxBlue oferece uma plataforma que usa tecnologia para mostrar qual é a melhor opção de empréstimo a quem precisa pegar um dinheiro a mais no banco.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

A empresa surgiu dentro de casa: os sócios Roberto Braga, Fabricio Buzeto e Gustavo Gorenstein são casados com funcionárias públicas e filhos de aposentados. Em conversas com os parentes e amigos perceberam que o setor de empréstimos precisava de inovação para agilizar os processos.

Leia também

“O mercado tradicional de crédito no Brasil tem uma cadeia longa e conflitante. Resolvemos montar um marketplace para dar transparência e acessibilidade para quem precisa do modelo consignado”, disse Gorenstein, presidente da startup.

Hoje, a empresa conta com 25 funcionários e atende principalmente aposentados e funcionários públicos federais. Entre os bancos parceiros estão o Bradesco e o Banco do Brasil, este último também contratou a startup para agilizar a contratação do empréstimo diminuindo o processo de horas em apenas alguns minutos.

No site atualmente é possível apenas fazer empréstimos consignados, um tipo de crédito pessoal cujo valor é descontado automaticamente e todos os meses do contracheque ou do benefício do INSS de quem contrata.

Para fazer a simulação entre as taxas dos bancos, o interessado precisa fazer um cadastro no site da BxBlue com o número do RG, do CPF, comprovante de residência e de pagamentos. A empresa garante que não faz consulta ao Sistema de Proteção de Crédito (SPC) ou no Serasa, promete parcelas fixas do início ao fim do contrato e com prazos de até 96 meses.

Na prática, o interessado pede crédito pela plataforma da BxBlue que envia a solicitação para os bancos selecionados. A decisão de oferecer ou não o crédito consignado parte das instituições financeiras e não da startup.

A tecnologia e inovação por trás da plataforma atraiu o interesse de investidores do Brasil e do mundo. Em 2017 a startup foi uma das selecionadas para participar do programa de uma das principais aceleradoras do mundo, a americana Y Combinator, responsável pelo início de carreira de empresas como Airbnb e Dropbox.