ByteDance, dona do TikTok, trilha caminho da Meta no metaverso

ByteDance, a dona do TikTok, está seguindo o caminho da Meta no metaverso. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
ByteDance, a dona do TikTok, está seguindo o caminho da Meta no metaverso. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
  • A ByteDance, que opera o TikTok, está seguindo um caminho semelhante ao da Meta, responsável pelo Facebook, para o metaverso;

  • A gigante chinesa de tecnologia adquiriu a fabricante de fones de ouvido VR Pico em agosto de 2021 por cerca de US$ 1,4 bilhão;

  • A empresa de tecnologia chinesa é a única do país a ter adquirido um hardware de realidade estendida.

Enquanto a Meta, conglomerado norte-americano de tecnologia e mídia social responsável pelo Facebook, tenta dominar o espaço chamado metaverso no Ocidente, a ByteDance, empresa chinesa de tecnologia da Internet dona do TikTok, busca o mesmo no Oriente.

A gigante oriental, sediada em Pequim, está elaborando uma linha de hardware, conteúdo, software e plataforma parecida com a desenvolvida pela empresa de Mark Zuckerberg.

Leia também:

A companhia dona da plataforma TiktTok obteve US$ 58 milhões, cerca de R$ 288 milhões na cotação atual, em receitas no ano passado.

Contudo, em um ambiente emergente como o metaverso, investimentos podem ser arriscados. Afinal, em 2021, a Meta perdeu US$ 10 bilhões, quase R$ 50 bilhões, relacionados a investimentos no metaverso, culminando na descida de preço de suas ações.

Hardware semelhante

Em 2014, a Meta comprou a fabricante de fone de ouvido de realidade virtual Oculus, que agora se chama Quest, por US$ 2 bilhões, cerca de R$ 10 milhões.

Em agosto de 2021, a ByteDance adquiriu a fabricante chinesa de fones de ouvido VR Pico por cerca de US$ 1,4 bilhão, quase R$ 7 bilhões.

Desse modo, a empresa de tecnologia chinesa é a única a ter feito uma aquisição definitiva de hardware XR (sigla em inglês para o termo Extended Reality, que significa Realidade Estendida).

*Com informações da Forbes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos