Cápsula Dragon da SpaceX volta da ISS e amerissa no Pacífico

A cápsula Dragon, anexada a um foguete Falcon 9, em Cabo Canaveral, na Flórida

A cápsula não tripulada Dragon, da empresa americana SpaceX, amerissou sem problemas neste domingo no Pacífico após uma missão de abastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS), na qual ficou acoplada durante quase um mês, informou a companhia.

A Dragon entregou 2,2 toneladas de víveres, água e materiais de experimentos científicos à ISS em 23 de fevereiro, dentro de um contrato firmado pela SpaceX com a Nasa.

Após realizar o descarregamento, os integrantes da tripulação da estação orbital carregaram a Dragon com lixo e materiais usados, assim como com materiais e amostras de experiências científicas realizadas em condições de microgravidade, para trasladá-los a laboratórios na Terra.

A cápsula foi lançada do braço robótico da ISS às 9h00 GMT (06h00 de Brasília) para começar sua viagem de mais de seis horas até a Terra.

A Dragon amerissou no Pacífico, na altura da costa do México, às 15h48 GMT (12h48 de Brasília), e sua descida final foi freada por três enormes paraquedas.

"Hoje demos até logo à Dragon: a nave retornou à Terra com amostras científicas importantes, algumas delas provenientes da própria tripulação", indicou em uma mensagem no Twitter o astronauta francês Thomas Pesquet, um dos seis integrantes da tripulação que chegou à ISS em novembro.