Câmara começa recesso sem enviar ao Conselho de Ética caso de deputado investigado

**ARQUIVO** BRASILIA, DF, BRASIL, 01.08.2018 - Plenário da Câmara com poucos deputados durante Comissão Geral. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
**ARQUIVO** BRASILIA, DF, BRASIL, 01.08.2018 - Plenário da Câmara com poucos deputados durante Comissão Geral. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados entrou no recesso sem ter encaminhado ao Conselho de Ética o processo que pode resultar na cassação do deputado Josimar Maranhãozinho (PL-MA), suspeito de desviar recursos da Saúde viabilizados por emendas parlamentares.

O presidente do órgão, Paulo Azi (DEMBA), tem dito que vai definir o relator quando o caso chegar em suas mãos.

A Polícia Federal flagrou Maranhãozinho manuseando uma grande quantidade de dinheiro vivo que teria origem nos desvios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos