Câmara concede a mesma medalha a Michelle Bolsonaro, ao jornalista Dom Phillips e ao indigenista Bruno Pereira

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, recebeu a medalha Mérito Legislativo em sessão solene na Câmara dos Deputados na manhã desta quarta-feira. Na mesma cerimônia, foi feita uma homenagem póstuma ao jornalista britânico Dom Phillips e ao indigenista Bruno Pereira, mortos em junho deste ano durante expedição na região do Vale do Javari, no Amazonas.

A condecoração, concedida desde 1983, é um reconhecimento a pessoas ou entidades que prestaram serviços relevantes ao Brasil ou ao Poder Legislativo. Neste ano, além de Michelle, foram homenageados o padre Júlio Lancelloti, o jurista Ives Gandra Martins e o general Carlos Alberto Santa Cruz. A primeira-dama deixou o Congresso sem dar declarações.

Michelle posou para fotos no plenário da Câmara antes de receber a medalha. Indicada pela quarta secretária da mesa, a deputa Rosangela Gomes (Republicanos-RJ), ela foi a primeira a receber a honraria. Foi o próprio presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL), quem condecorou Michelle.

Sorridente, a primeira-dama não discusou durante o evento. Após receber a medalha, ela voltou ao Plenário onde conversou com mais pessoas. Lira, por sua vez, deixou o espaço da mesa diretora pouco depois e cumprimentou a maior parte dos parlamentares que estavam na cerimônia.