Câmara está na iminência de votar regularização fundiária, diz Bolsonaro

·1 minuto de leitura
Área desmatada da Amazônia na região de Porto Velho (RO)

Por Ricardo Brito

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), está na iminência de colocar o projeto de regularização fundiária em votação no plenário da Casa.

Bolsonaro e Lira participaram na manhã desta quinta de evento público em Alagoas, Estado do presidente da Câmara.

Em sua transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais, o presidente disse que certos países da Europa criticam o Brasil o tempo todo na questão ambiental, mas destacou que seria "uma guerra comercial".

Bolsonaro tem reiteradamente afirmado que há interesses de países europeus em criticar a atuação ambiental do governo, em especial na região amazônica, e que a conduta teria por objetivo atingir a venda de insumos e produtos brasileiros no exterior.

O projeto de regularização fundiária permite a legalização de grandes áreas de terras ocupadas ilegalmente na Amazônia. A proposta, que acabou sendo batizada por ambientalistas de "MP da grilagem", é alvo de críticas de organizações de defesa do meio ambiente e empresas preocupadas com a imagem do Brasil.

O tema está sendo discutido simultanemente pelas duas Casas do Congresso, e a ideia é produzir um texto que conte com a simpatia da Câmara e do Senado.