Câmara revela por engano celular de Temer

O presidente Michel Temer, em Brasília, em 17 de outubro de 2017

"Estou falando com o presidente?" - perguntou um repórter do jornal O Globo. "Está, perfeitamente" - respondeu Michel Temer entre risos, após atender seu celular pessoal cujo número foi publicado por engano no site da Câmara dos Deputados.

Antes de admitir quem era, Temer perguntou: "Com quem quer falar?" - e recomendou ao jornalista que procurasse "Dona Nara" (chefe de gabinete do presidente) se quisesse entrar em contato com qualquer pessoa no Palácio do Planalto.

Finalmente, Temer aceitou conversar com o jornalista, em uma entrevista informal divulgada na noite de segunda-feira.

Na tarde desta terça, a Presidência se somou à onda de piadas provocadas pelo incidente e publicou um tweet na conta oficial do presidente: "Quando atender o telefone, não diga alô, diga alô Temer".

Também colocou uma foto do presidente sorrindo enquanto fala ao celular junto a um trecho do áudio da conversa com o jornalista.

Um assessor do governo disse à AFP que o número do celular foi desativado.