Covid-19: Câmara de SP antecipa feriados para aumentar isolamento social

Guilherme Caetano
·2 minuto de leitura
Vehicle traffic in the central region of Sao Paulo, Brazil, on May 11, 2020 during the quarantine period in force in the state due to the pandemic of the new coronavirus. Today the implementation of the expanded and more restrictive car rotation in the whole city is beginning to take effect, due to the pandemic. The measure was announced on Thursday, 07, and published in a decree in the Official Gazette on Friday, 08. Cars with even-end plates will only be able to run on even days and vehicles with an odd end, on odd days. The measure applies to the entire city, 24 hours a day, including Saturdays and Sundays. (Photo by Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)
Mega-feriadão é uma das apostas do governo e prefeitura para diminuir a taxa de isolamento social. (Foto: Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, nesta segunda-feira, um projeto de lei que antecipa dois feriados municipais. O objetivo é aumentar o isolamento social durante a pandemia de Covid-19. O projeto vai agora para sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB).

A proposição foi aprovada por 34 votos a favor e 12 contra. Não houve abstenção.

Leia também

Os feriados de Corpus Christi e Consciência Negra, que deveriam ocorrer em momento, foram transferidos para quarta e quinta-feira desta semana. O projeto aprovado dá autorização para que a Prefeitura defina essas datas por meio de decreto.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Para acelerar a aprovação da medida, o Executivo incluiu um substitutivo em um projeto de lei que disponha sobre o estímulo à contratação de mulheres integrantes do projeto Tem Saída, que já estava pronto para ser votado.

A proposição visa apoiar a autonomia financeira de mulheres em situação de violência doméstica, por meio de sua inserção no mercado de trabalho. Assim, ambas as medidas foram aprovadas num projeto só.

A estratégia da Prefeitura deve ganhar reforço do estado. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também propôs, nesta segunda-feira, antecipar o feriado da Revolução Constitucionalista, de 9 de julho, com o mesmo intuito.

O feriado estadual mencionado por Doria seria antecipado para a próxima segunda-feira. Dessa forma, São Paulo terá um feriado prolongado de seis dias, entre 20 e 25 de maio. A medida é uma tentativa de evitar a decretação de um confinamento obrigatório, chamado também de "lockdown", na região metropolitana de São Paulo.