Câmara técnica que Queiroga planeja consultar já aprovou há dois dias por unanimidade vacinação de crianças contra Covid

·2 min de leitura

BRASÍLIA — Nota pública elaborada no sábado pela Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização da Covid-19 (CTAI-COVID) informa que os técnicos já endossaram a vacinação de crianças. A decisão da Ctai foi tomada no último dia 17 de dezembro, após a aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) da aplicação de vacinas no público de 5 a 11 anos de idade.

Sob pressão do presidente Jair Bolsonaro, que publicamente apresentou restrições à vacinação de crianças, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, declarou no sábado que não era preciso pressa para iniciar a aplicação nessa faixa. Alegou que havia poucos casos de mortes em público infantil e por isso queria antes ouvir a câmara técnica e ainda submeter o assunto à consulta pública antes de tomar uma decisão no início de janeiro. Queiroga informou que a Ctai emitiria um parecer somente no dia 22 de dezembro.

A nota da Ctai informa, no entnato, que a decisão técnica já está tomada. "Tendo em vista o recente parecer favorável por parte da Anvisa em relação ao pedido de autorização para aplicação da vacina desenvolvida pela fabricante Pfizer na população pediátrica entre 5 e 11 anos de idade no Brasil, a CTAI COVID-19 manifestou-se unanimemente favorável à sua incorporação na campanha nacional de vacinação, em reunião ordinária realizada no dia 17 de dezembro de 2021", diz a nota.

Na manifestação, os integrantes da Câmara dizem que a decisão foi baseada nos dados epidemiológicos nacionais e internacionais "considerando o risco de infecção, transmissão, e agravamento".

Segundo o texto, entre 2020 e 2021, foram registrados 6.163 casos na faixa etária entre 5 e 11 anos, com 301 mortes desde o início da epidemia. O mesmo documento cita que, considerada a faixa etária de 0 a 11 anos foram 23.277 casos de Covid-19, e 1.449 mortes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos