Câmera do elevador mostra médico suspeito de matar cadela por causa de xixi em Cascavel, PR

·1 min de leitura

RIO - Câmeras de segurança do prédio registraram o momento em que o médico entra no elevador e tenta reanimar a cadela de estimação, em Cascavel, no oeste do Paraná. O tutor do animal, que continua preso, é suspeito de agredir o cão a chineladas por ter feito xixi em local inapropriado, na noite de segunda-feira. As imagens foram divulgadas pelo delegado Matheus Laiola, que acompanha o caso.

Em um outro vídeo, vizinhos filmaram o momento em que o animal, um spitz alemão de nome Capitu, foi espancado e latia. É possível ouvir, na gravação, os latidos e os sons característicos das batidas.

O laudo que analisou a morte do filhote contestou lesões na costela esquerda e na parte da axila do animal. O dono teria dito “eu matei ela, a culpa é minha” durante a consulta. Depois de deixar o corpo da cadela na clínica, ele voltou para casa, onde foi encontrado pelos policiais e conduzido até a delegacia, onde foi preso pelo crime de maus-tratos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos