Câmeras de segurança flagraram crianças desesperadas saindo de escola atacada em Aracruz (ES)

Imagens de câmeras de segurança instaladas na casa de vizinhos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Primo Bitti, atacada por um atirador em Aracruz, no Espírito Santo, flagraram os estudantes fugindo desesperados das unidades de ensino na manhã desta sexta-feira. Pelo menos três pessoas morreram e 11 ficaram feridas com os disparos do atirador. O autor do ataque ainda não foi identificado e preso.

Alunos e professores são vítimas: Ataques a duas escolas deixa três mortos e nove feridos em Aracruz (ES)

Ataque no ES: Atirador é aluno de uma das escolas alvo de atentado com três mortos, diz PM

Os registros foram feitos às 9h45 pelo sistema de monitoramento das ruas do bairro contratado pela associação de moradores. As imagens mostram sete crianças correndo de dentro da escola pela Rua Cerejeiras, no bairro Coqueiral, a cerca de 200 metros da entrada principal da escola. A câmera fica instalada em uma casa em rua perpendicular à da unidade de ensino.

Informações preliminares obtidas pela Polícia Militar do Espírito Santo dão conta de que o atirador é um aluno da Escola Primo Bitti. De acordo com a corporação, "ele teria entrado na escola, na sala dos professores e também em outras salas, com uma pistola e vários carregadores. Atingiu seis pessoas e duas tiveram o óbito confirmado no local".

Após o primeiro ataque, o jovem fugiu em um carro de cor dourada, em direção à orla, e policiais ainda fazem buscas por ele.

O veículo dourado é Renault Duster que estava com placas tampadas. O adolescente saiu da Escola Primo Bitti, entrou no carro e partiu para a unidade de ensino particular, onde atirou contra cinco pessoas e matou duas.

— Na escola que nós estamos (Primo Bitti), foram 11 vítimas, duas forama óbito e nove socorridas. Em uma outra escola, tivemos três vítimas, onde uma infelizmente veio a óbito e duas levadas ao hospital. E, agora, feito essa prioridade de socorrer as vítimas, a nossa busca, agora, é por identificar e localizar esse criminoso — disse o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo, coronel Márcio Celante.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, usou as redes sociais para lamentar o ataque. "Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos Sec. de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos", escreveu.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que o titular da pasta, coronel Márcio Celante, está a caminho de Aracruz. As polícias Civil e Militar, além de o Corpo de Bombeiros, foram acionados para atender a ocorrência.

Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram equipes de saúde retirando as vítimas das escolas. Um dos vídeos mostra um adolescente em uma maca sendo levado para o hospital.

"Entrou aqui e atirou e acertou varios professores. tem varios professores feridos. Uma situação muito triste, eu não gostaria de nunca ter visto", afirmou uma ex-professora da escola em transmissão ao vivo pelo Facebook. "Ver esse tanto de ambulancia aqui dentro recolhendo professor, aluno. Entrou na sala dos professores e acertou os professores, que coisa triste", acrescentou.