Câmeras de segurança registram homem que estuprou e matou idosa curtindo piscina do condomínio da vítima

·1 minuto de leitura

Câmeras de segurança gravaram o momento em que um suspeito de roubar, estuprar e esganar até a morte uma idosa de 67 anos toma banho de piscina no condomínio de alto padrão da vítima, em Salvador. As imagens foram divulgadas pela Folha de S. Paulo. A polícia não disse ao GLOBO se os registros foram feitos antes ou depois do acusado cometer os crimes. O caso aconteceu na última quinta-feira e Cristian de Jesus Santos, de 23 anos, foi preso em flagrante horas depois.

A vítima foi identificada como Maria Helena Mazzei Pereira e era viúva do ex-juiz do trabalho e advogado Rui Vinhas Pereira. Ela deixou três filhos e seis netos. De acordo com a polícia, o acusado era funcionário de uma imobiliária e há uma semana trabalhava em uma reforma no imóvel da vítima.

Cristian atuava no sétimo andar, mesmo em que a vítima morava, e também no quarto. Ele admitiu à polícia que foi até a casa da idosa para pedir um copo de água, com o intuito de roubá-la, mas acabou a estuprando e matando. A polícia investiga porque ele escolheu a vítima.

Após cometer os crimes, o suspeito roubou o celular da vítima e o escondeu em uma estrutura de energia, próximo da casa dele, no bairro da Liberdade, onde foi flagrado pelos policiais. Segundo noticiado pelo G1, o suspeito tem passagem na polícia por roubo de veículos e participa de um grupo de tráfico de drogas.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia informou que “as investigações estão em fase conclusiva e mais detalhes não podem ser divulgados”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos