Câmeras serão instaladas em uniformes de policiais em projeto de nova UPP

Vera Araújo
Reformulação das UPPs começa na Rocinha: além de ações sociais e mudanças no policiamento, a PM vai instalar microcâmeras para identificar bandidos e monitorar policiais

RIO — A proposta do governador Wilson Witzel de retomar o programa das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), em ano de eleições municipais, passa não só por mudanças no policiamento e na implantação de ações sociais nas favelas. Na parte que cabe à Secretaria de Polícia Militar, 200 microcâmeras serão instaladas nos uniformes dos PMs para captar imagens durante o patrulhamento. Elas serão enviadas diretamente para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), onde computadores dotados do programa de videomonitoramento facial — ferramenta cujo banco armazena fotos de criminosos com mandado de prisão em aberto — processarão o material. Se algum foragido for identificado pelas câmeras, os técnicos do CICC alertam o policial que dará voz de prisão. O equipamento servirá também para monitorar os próprios policiais durante o policiamento, principalmente nas abordagens. O projeto começa na Rocinha, até o fim do primeiro semestre.