Cães da raça buldogue francês viram alvo de ladrões nos Estados Unidos

·2 min de leitura

O cachorro preferido dos famosos nos Estados Unidos, o buldogue francês, virou alvo de sequestros e roubos no país. Para evitar a cobiça dos ladrões, a polícia aconselha a não expor o doguinho nas redes sociais

Os dois bandidos que apontaram violentamente uma arma para Marieke Bayens, uma californiana de 27 anos, não queriam nem seu dinheiro nem sua vida. Queriam Merlyn, um buldogue francês que ela levou para passear.

De Nova York a Los Angeles, de Miami a Chicago, os roubos de cães dessa raça aumentam sem parar nos Estados Unidos.

Pequeno e fácil de pegar e transportar, um buldogue francês custa milhares de dólares no mercado clandestino por ser o cachorro preferido das estrelas.

A vítima mais famosa foi Lady Gaga. No ano passado, homens armados sequestraram dois de seus "French bulldogs", Koji e Gustav. Na operação, os ladrões atiraram e feriram o “dogsitter” encarregado de passear com eles.

A cantora ofereceu uma recompensa de 500.000 dólares e finalmente recuperou seus dois amigos de quatro patas.

Assalto a mão armada

Marieke Bayens sofreu um golpe parecido em Oakland, enquanto passeava com Merlyn, o cachorro que ganhou de presente de uma amiga. O assalto aconteceu no meio da rua em 26 de novembro às seis da tarde.

"Estava esperando que Merlyn terminasse de fazer cocô quando vi que duas pessoas se aproximavam. A princípio não suspeitei, porque usavam máscara como todo o mundo, mas notei que tinham luvas cinzas e isso me chamou a atenção", disse à AFP.

Em outras partes do país, a polícia observa a mesma procura entre os ladrões por "frenchies", como são chamados os buldogues franceses nos Estados Unidos.

Raça rara e cara


Leia mais

Leia também:
Epidemia de coronavírus faz crescer venda de carne de cachorro na Indonésia
Pandemia de coronavírus faz disparar roubo de pets no Reino Unido

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos