Cão é achado com focinho e patas amarrados na África do Sul

(Foto: Sociedade do Bem-Estar Animal de Helderberg)


Um cãozinho foi encontrado amarrado dentro de um saco plástico em Helderberg, na África do Sul. Abandonado ao lado de uma linha ferroviária, o animal teria morrido se não fosse resgatado pelo pastor Lourens van Wyk, de 67 anos.

Segundo o aposentado, um homem bateu no portão da igreja Missão da Fé Apostólica, alertando que havia um saco deixado na linha de trem.

"Estava chovendo e fui com meu carro pela estrada. Vi que havia um saco plástico no chão. Parecia que poderia ser um bebê", contou. "Cuidadosamente rasguei o pacote e vi que era um cachorro. Fiquei chocado. Ele parecia muito doente e seu pelo estava caindo. Apenas peguei-o e dirigi para uma clínica veterinária", disse o sul-africano em entrevista ao canal “News24”.

O animal, batizado de Trax,  estava com o focinho amarrado com um cadarço de tênis, assim como as patas dianteiras e traseiras. Pelas condições da arcada dentária do cão, trata-se de um idoso, segundo veterinária da Sociedade do Bem-Estar Animal de Helderberg, para onde ele foi levado.

A clínica acredita que o animal tenha algum tipo de problema neurológico, devido a um tique na cabeça. "Ele vai ficar aqui até que a sarna esteja sob controle, em seguida, vamos encontrar uma casa que queira adotá-lo", disse Julia Evans, gerente da clínica.