Cão de morador de rua não abandona o corpo do dono mesmo após a morte

Foto: Futura Press
Foto: Futura Press



Uma cena na madrugada desta quarta-feira (29) em São Paulo mostrou mais uma vez o quão fiéis podem ser os cachorros. Morto por causas naturais, um morador de rua foi “velado” por seu cão, que mesmo após a morte não deixou o corpo de seu dono nem por um minuto.

O morador era conhecido como Mauro e vivia na região, próxima à avenida Nove de Julho, há cerca de 11 anos, sempre acompanhado do cão, conhecido como Faísca. Após a morte de Mauro o Instituto Médico Legal (IML) foi chamado e apenas após a chegada que Faísca deixou o corpo — de qualquer modo, o cão só se afastou porque os especialistas retiraram o morto do local.

Muito leal ao seu dono, Faísca ainda não tem destino definido. Cão de rua, ele não tem um lar para ir e nem uma companhia após a morte de Mauro. Apesar de ter comovido moradores da região, nenhum se mobilizou para adotar o animal até o momento

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos