'Cérebro de Paulo Guedes é obsoleto’, diz Omar Aziz em defesa da Zona Franca

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA — Em pé de guerra com o governo Bolsonaro, o senador Omar Aziz (PSB-AM) disse nesta terça-feira que o cérebro do ministro da Economia, Paulo Guedes, “é obsoleto” e defendeu que o ministro dê explicações no Senado sobre a aplicação de recursos do governo federal.

Leia: Em sinal de alerta para o governo, Senado adia novamente privatização dos CorreiosDesde de que Paulo Guedes fez críticas à Zona Franca de Manaus, o senador amazonense não tem poupado o ministro de Bolsonaro. Chamando Guedes de “outro falastrão”, assim como o presidente Jair Bolsonaro, Aziz afirmou que é “só conversa fiada”. — O cérebro do Paulo Guedes é obsoleto. Aliás, ele tem que vir aqui e se explicar. Ele precisa aqui dizer cadê o dinheiro para a vacina do ano que vem? Ele tem que vir aqui dizer, desde que ele começou só conversa fiada. O país empobreceu — afirmou Aziz, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE), destacando que Guedes chamou a Zona Franca de obsoleta.

Bento Albuquerque:Governo avalia ‘colchão tributário’ e ‘reserva estabilizadora’ para combustíveis, diz ministroNa avaliação do senador, o governo deveria mudar a política de dolarização dos combustíveis. A forte alta dos combustíveis é provocada pelo aumento do petróleo no mercado internacional e pela disparada do dólar, fatores levados em conta pela Petrobras para calcular o preço nas refinarias. — Por que dolariza? Quem está levando são os acionistas, e povo está pagando essa conta — disse, atacando o presidente Bolsonaro que, segundo ele, “não tem respeito pela fome, pela miséria” e nem pela liturgia do cargo.

Entenda:Por que novas regras para venda de gasolina não devem reduzir preço nas bombas— Nós temos um presidente que acha bonito ir pra rua falar besteira, por onde passa vai lançando fezes — declarou.Aziz chamou Bolsonaro de “abacateiro” e também voltou a comparar o presidente com "macaco guariba”. Recentemente, Bolsonaro intitulou o senador de “anta da amazônia”. — É um presidente que perdeu o respeito por si próprio. Eu não vejo Bolsonaro olhar no espelho e ter respeito por ele — disse Aziz, completando: — Você (Bolsonaro) usa a liturgia do cargo não é para construir, é para destruir. Acabou esse tempo presidente, vá trabalhar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos