Cúpula do G20 foi um sucesso e avançou em metas climáticas, diz premiê italiano

·1 min de leitura
Premiê da Itália, Mario Draghi, durante entrevista coletiva em Roma

ROMA (Reuters) - Os líderes do grupo das 20 maiores economias do mundo fizeram importantes progressos no combate à crescente ameaça do aquecimento global, disse o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, neste domingo, classificando a cúpula com duração de dois dias como um sucesso.

Draghi falou aos jornalistas que, pela primeira vez, todas as nações do G20 concordaram sobre a importância de limitar o aquecimento global ao nível de 1,5 grau Celsius, que os cientistas dizem ser vital para evitar desastres.

"Vimos países bastante relutantes em seguir as linhas que sugeríamos até poucos dias atrás, e então eles mudaram", disse Draghi em entrevista coletiva de encerramento do encontro, rebatendo as críticas dos ativistas climáticos de que o G20 não havia avançado o suficiente.

"Os líderes do G20 assumiram compromissos substanciais... É fácil sugerir coisas difíceis. É muito, muito difícil executá-las de fato", acrescentou.

(Por Gavin Jones e Angelo Amante)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos