Cúpula do Poder Judiciário manifesta 'indignação' com atos de terrorismo em Brasília

A cúpula do Poder Judiciário divulgou uma nota conjunta neste domingo manifestando sua "indignação" com atos de terrorismo realizados em Brasília. O texto é assinado por todos os presidentes dos tribunais superiores, que dizem que irão defender "responsabilização integral" dos envolvidos.

Leia mais: Entenda o que é intervenção federal, como a decretada por Lula em Brasília, e saiba o que acontece

Assinam a nota os presidentes Rosa Weber (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes (Tribunal Superior Eleitoral), Maria Thereza de Assis Moura (Superior Tribunal de Justiça), Lelio Bentes Corrêa (Tribunal Superior do Trabalho) e Lúcio Mário de Barros Góes (Superior Tribunal Militar).

O texto afirma que os tribunais "vêm a público manifestar sua indignação ante os graves acontecimentos ocorridos neste domingo, 8 de janeiro, com atos de violência contra os três Poderes da República e destruição do patrimônio público".

Na nota, os presidentes "reiteram à Nação brasileira o compromisso de que o Poder Judiciário seguirá firme em seu papel de garantir os direitos fundamentais e o Estado Democrático de Direito, assegurando o império da lei e a responsabilização integral dos que contra ele atentem".