Cúpula sobre Ucrânia será em dezembro com Macron, Putin, Merkel e Zelenski

O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron, fará em 9 de dezembro, em Paris, uma cúpula sobre o conflito na Ucrânia, com o presidente russo, Vladimir Putin, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski - anunciou a Presidência francesa nesta sexta-feira (15).

O objetivo desta cúpula é resolver o conflito no leste da Ucrânia, entre ucranianos e separatistas pró-russos.

"Será realizada depois de terem havido grandes avanços nas negociações, desde o verão [hemisfério norte]", acrescentou o Palácio do Eliseu.

Estes avanços, completa a Presidência francesa, "permitiram, em particular, a retirada de tropas de várias zonas de tensão e vão permitir abrir uma nova sequência na aplicação dos acordos de Minsk".

A perspectiva de uma cúpula a quatro partes sobre a Ucrânia havia sido evocada por Macron, quando se reuniu com Putin em 19 de agosto em Bregançon, no sudeste da França. Também abordou o tema no encontro do G7, em Biarritz (sudoeste).

Uma primeira cúpula quadripartite sobre a Ucrânia aconteceu em junho de 2014 em Bénouville (noroeste da França). Desde então, há reuniões regularmente em nível ministerial e diplomático.

O último encontro em nível de chefes de Estado e de Governo neste formato aconteceu em Berlim, em 19 de outubro de 2016.