Cabo Daciolo sobe monte para jejuar e diz: 'tentarão me matar'

ARTUR RODRIGUES
1 / 1

Cabo Daciolo sobe monte para jejuar e diz: 'tentarão me matar'

Cabo Daciolo sobe monte para jejuar e diz: 'tentarão me matar'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Usando um tablet, no alto de um monte onde diz estar jejuando, o candidato a presidente Cabo Daciolo, do Patriota, atacou a sociedade secreta Illuminati  e diz que tentarão matá-lo. 

"Estou no monte, onde estou orando, jejuando. Essa guerra está no plano espiritual", afirmou o candidato, em um vídeo de 15 minutos postado em rede social no início da noite desta segunda-feira (13). "A estratégia que Deus nos deu é ficar no monte orando. Por que, Daciolo? Porque vão tentar me matar. Eles querem me matar. Mas aqui não toca, só com a autorização divina". 

Daciolo mostrou um celular antigo e disse ter pego o tablet da filha para fazer o vídeo. Se for eleito, diz ele, o país passará uma semana clamando a Jesus Cristo. "No nosso governo, nova ordem mundial, IIluminatti e Maçonaria, chega. Vocês vão sair da nação brasileira. A nação brasileira é do senhor Jesus Cristo", afirmou. 

O candidato diz acordar cercado de anjos e falar com Jesus. "Satanás quer colocar a ideologia de gênero nas escolas. Não vai colocar. Criou homem e mulher!". 

Daciolo também se comparou a Enéas Carneiro, candidato presidencial pelo Prona nos anos 80 e 90. "Vão tentar nos tachar de louco. Fazer o que fizeram com doutor Enéas. A diferença do cabo Daciolo com o doutor Enéas é a intimidade com Deus". 

O militar atacou os banqueiros e a reforma da Previdência. "No nosso governo, não haverá reforma da Previdência, não. Porque ela é superavitária. Tem dinheiro e dinheiro de sobra. No nosso governo nós vamos pegar os banqueiros. Os verdadeiros bandidos da nação, que estão escravizando nosso povo", afirmou

Daciolo afirmou que só dará entrevistas aos que subirem ao monte, sem dizer onde está.  Ele também diz que irá ao próximo debate, da RedeTV!, na sexta-feira (17).