Cabos eleitorais são presos por compra de voto durante operação no Acre e Amapá

Cabos eleitorais são presos por compra de voto durante operação no Acre e Amapá. Getty Images.
Cabos eleitorais são presos por compra de voto durante operação no Acre e Amapá. Getty Images.

Um motociclista foi preso em flagrante, na madrugada de sábado para domingo, no Amapá. Ele transportava mais de R$ 19 mil em espécie. O dinheiro foi encontrado durante uma parada feita pela Polícia militar. As cédulas estavam escondidas numa bolsa com propaganda de aplicativo de entrega.

Também na noite de sábado, outro homem foi preso transportando santinhos de candidatos a deputado estadual e federal e mais de R$ 5 mil em espécie na capital Macapá. De acordo com a polícia, o homem é assessor de um dos candidatos.

No Rio Branco, no Acre, a Polícia Federal realizou a operação Voo na Madrugada para impedir que "santinhos'' fossem espalhados pelas ruas. O descarte em frente do material eleitoral em locais de votação é considerado crime eleitoral, a pena é de seis meses a um ano.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)