Cachorro de Hamilton, que frequenta as corridas de F-1, é vegano assim como o piloto

·2 minuto de leitura

Roscoe, o buldogue de estimação do inglês Lewis Hamilton, é frequentador dos circuitos da Fórmula 1 e tem até credencial. Ele chama a atenção tanto quanto o piloto que, neste final de semana, em Ímola, desfilou no paddock com roupa rosa-choque. Um prato cheio para os fotógrafos.

Hamilton, que larga em segundo lugar na corrida deste domingo, tem o maior xodó por Roscoe. Ele tinha uma buldogue fêmea chamada Coco, mas ela morreu em junho deste ano. Roscoe é tratado como filho.

O inglês, uma das vozes mais importantes na luta pela vida animal, tornou-se vegano em 2017 e dá o mesmo tratamento ao cachorro. Ele costuma creditar sua boa forma à escolha de excluir produtos de origem animal na sua dieta. E Roscoe, desde que passou a ter dieta 100% baseada em vegetais, também tem colhido os bons frutos.

Segundo Hamilton, desde então, o pelo de Roscoe está muito mais macio, suas patas inchadas se curaram, ele não está mais mancando com dor de artrite e a respiração melhorou.

Roscoe e Coco tem um perfil no Instagram e logo na descrição já fica claro a opção pela dieta vegana: "Sou um buldogue vegano que adora viajar, jogar bola e chamar a atenção de todas as meninas, especialmente quando elas acariciam minha bunda. Eu gosto de frisbee e tênis", diz a descrição.

O cachorro aparece em imagens divertidas em seu perfil: festas com outros cachorros, em viagens com Hamilton, e, claro, de preguiça, característica principal da sua raça. As imagens mais fofas, porém, são ao lado do piloto tando no perfil ppessoal quanto no do dono. Ele é companhia do piloto em praticamente tudo. Cliques do cachorro no F-1 de Hamilton, na praia, tocando piano são recordistas de curtidas e comentários na internet.

Líder absoluto do campeonato deste ano e recordista de vitórias na história da F1, com 92, Lewis Hamilton soma 256 pontos contra 179 do vice-líder Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe.