Cade aprova aquisição de ações da BRF pela Marfrig

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***CARAMBEÍ, PR, 08.03.2018 - Fachada do frigorífico da BRF, em Carambeí, no Paraná. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
***ARQUIVO***CARAMBEÍ, PR, 08.03.2018 - Fachada do frigorífico da BRF, em Carambeí, no Paraná. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Marfrig informou nesta quinta-feira (23) que o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou, sem restrições, a aquisição de ações emitidas pela BRF.

No dia 21 de maio, a Marfrig havia informado ao mercado a aquisição de 196,8 milhões de ações ordinárias da BRF, em leilão em Bolsa e via opções, correspondentes a cerca de 24,23% do capital social da companhia. Entre os vendedores, estava a Previ, fundo de pensão do Banco do Brasil.

Com a operação, a Marfrig passou a deter 257,26 milhões de ações ordinárias da BRF, representantes de aproximadamente 31,66% do capital social da empresa.

Na ocasião, a companhia apontou que a aquisição tinha como objetivo diversificar os investimentos em um segmento que possui complementaridades com seu setor de atuação.

"A Marfrig esclarece que não pretende eleger membros para o conselho de administração ou exercer influência sobre as atividades da BRF e que não foram celebrados pela Marfrig quaisquer contratos ou acordos que regulem o exercício de direito de voto", disse a empresa em comunicado ao mercado.

As ações dos frigoríficos fecharam em alta nesta quinta, em um dia de maior apetite por risco dos investidores. Os papéis da Marfrig subiram 4,4%, enquanto os da BRF avançaram 3,8%. Já o Ibovespa subiu 1,6%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos