Cade pode investigar falta de medicamentos

O Ministério da Saúde, a Anvisa e a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) planejam enviar ofícios ao Cade na semana que vem para pedir que seja investigada a prática anticoncorrencial das distribuidoras de medicamentos em decorrência da falta dos remédios.

Em pedidos separados, os órgãos querem se certificar de que não há uma prática anticoncorrenciais das empresas para forçar o Ministério da Saúde e a CMED a aumentarem os preços desses medicamentos.

A CMED é o órgão interministerial responsável pela regulação econômica do mercado de medicamentos no Brasil. É ela quem estabelece limites para preços, monitora a comercialização e aplica penalidades quando suas regras são descumpridas.

Há meses, consumidores enfrentam falta em farmácias de produtos comuns como dipirona, soro e antibióticos. O desabastecimento atinge também hospitais públicos e privados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos