Cadela grávida que sofria maus-tratos de dono é resgatada em Copacabana

Uma cadela da raça pitbull foi resgatada na tarde desta quinta-feira em Copacabana, Zona Sul do Rio. Segundo denúncias, o animal estava sofrendo maus tratos pelo seu dono, que é uma pessoa em situação de rua. A operação contou com agentes de diversas pastas da Prefeitura do município, como a Subprefeitura da Zona Sul, do Rio+Seguro, da Secretaria de Ordem Pública (SOP), da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA) e da Guarda Municipal (GM).

De acordo com os moradores, a cadela foi colocada para cruzar propositalmente com objetivo de venda dos filhotes para compra de drogas. Os agentes da prefeitura fizeram uma busca pelo local durante dois dias e só encontraram o animal e seu dono na tarde desta quinta-feira, quando iniciaram um trabalho de observação para apurar as denúncias.

Após a confirmação de que o animal realmente sofria maus-tratos, o dono da cadela foi encaminhado para prestar esclarecimentos em uma delegacia. O animal foi recolhido por profissionais da SMPDA para receber atendimento e ser disponibilizado para a adoção.

Segundo o subprefeito Flavio Valle, a atuação das equipes foi ágil.

— A Subprefeitura está sempre atenta na organização da cidade e os cuidados com todos fazem parte das nossas demandas diárias. Ficou evidente a negligência dos cuidados básicos de higiene, alimentação e saúde do animal e por isso atuamos com a máxima agilidade. — afirmou.

O secretário de Ordem Pública do Rio, Brenno Carnevale, destacou a participação da pasta em ações similares.

— Recentemente a Secretaria de Ordem Pública participou do resgate de diversos cães que sofriam maus tratos na Zona Norte da cidade. Hoje, por meio do programa Rio+Seguro, em Copacabana, pôde mais uma vez contribuir para a proteção de um cachorro, já que também sofria maus tratos e que foi prontamente recuperado pelos agentes da Prefeitura e que possa ser melhor cuidado a partir de agora — declarou.