Cadillac se prepara para entrar no ramo dos veículos elétricos

·2 min de leitura
A Cadillac adorned with Italian flags sits before making its way  along Fifth Avenue during the Columbus Day Parade in New York City, U.S., October 11, 2021. REUTERS/Shannon Stapleton
A Cadillac adorned with Italian flags sits before making its way along Fifth Avenue during the Columbus Day Parade in New York City, U.S., October 11, 2021. REUTERS/Shannon Stapleton
  • Histórica marca norte-americana de veículos de luxo quer entrar no mercado de veículos elétricos;

  • Cadillac se prepara para desafiar a Tesla no ramo dos elétricos;

  • Empresa também concluiu reestruturação de sua rede de revendedores;

A marca Cadillac, associada a General Motors, prepara novos investimentos com uma futura entrada no mercado de veículos elétricos. A empresa quer competir com rivais como a Tesla, com o lançamento de um novo veículo utilitário elétrico que será lançado no próximo verão americano, segundo informações apuradas pela agência Reuters.

No próximo verão, a Cadillac planeja lançar o primeiro de uma série de veículos elétricos, começando com um veículo utilitário compacto batizado como Lyriq. Em entrevista à agência, Rory Harvey, chefe da marca global, disse que a Cadillac recebeu manifestações de interesse no futuro modelo Lyriq de cerca 216 mil pessoas nos Estados Unidos. A General Motors prepara, aos poucos, a mudança da marca para uma linha de veículos totalmente elétricos, planejada para ser completada em 2030, segundo a Reuters.

Os futuros lançamentos e a entrada da empresa no mercado dos elétricos de luxo também vem acompanhados de uma reestruturação da empresa em sua rede de revendedores. A Cadillac concluiu em grande parte a reestruturação de sua rede nos Estados Unidos e espera ter 560 revendedores até o final deste ano, em comparação aos cerca de 920 de três anos atrás, segundo Rory Harvey à Reuters.

Ainda assim, a Cadillac seguirá tendo mais revendedoras que outras concorrentes do mercado dos veículos de luxo. Por outro lado, mesmo com a reestruturação no país natal, a Cadillac, segundo Harvey, tem seu maior mercado na China, uma vez que as vendas da Cadillac na China aumentaram 20% nos primeiros nove meses do ano, com cerca de 181 mil veículos vendidos, contra 96 mil nos EUA. 

Em comparação com as concorrentes do mercado dos veículos elétricos, a Cadillac é a única que tem um showroom de concessionárias, considerando que a Tesla vende seus veículos sem intermediários, e outras startups do mercado, como a Lucid e a Rivian, vendem apenas de forma online. A empresa também tem um showroom virtual chamado Cadillac Live, e Harvey disse a Reuters que as consultas por meio do showroom online estão aumentando, mas mesmo assim, a Cadillac continuará a vender e fazer a manutenção de veículos por meio de seus revendedores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos