Caetano resgata registro ao lado de Elis Regina e homenageia cantora que completaria 76 anos

·1 minuto de leitura

Elis Regina é considerada uma das principais cantoras brasileiras. A artista, que morreu em 1982, completaria 76 anos nesta terça-feira. Amigo da artista e também admirador de seu legado, Caetano Veloso prestou uma homenagem à cantora de o "Bêbado e o equilibrista". E contou sobre o primeiro contato que teve com o trabalho da cantora, décadas atrás, quando ainda vivia em Salvador, na Bahia.

Ouvi Elis pela primeira vez vendo-a na televisão. Foi em Salvador e nós, os baianos que chegaram ao eixão na esteira de Bethânia no Opinião, já tínhamos um esboço de visão da música popular numa perspectiva brasileira. Tive reação semelhante à que muitos tiveram: finalmente uma cantora moderna, em pleno domínio de seus recusos, aparecia na cena profissional e já embalada para alcançar massas de ouvintes. Era indubitavelmente um largo passo dado. Éramos todos, Elis e nós, esforços de criação dentro do universo exigente que foi o imediato pós-bossa nova.