Caetano Veloso: 'Gal era uma mulher cuja figura era libertadora para outras mulheres'

Caetano Veloso falou ao Estúdio I, da GloboNews, sobre sua relação com Gal Costa, tanto na vida pessoal quanto ao longo da carreira na música. Muito emocionado, Caetano lembrou de uma música que compôs para a amiga gravar e que, segundo ele, define bem quem era Gal Costa.

"Ao longo dos anos eu compus várias canções para ela cantar. E tem uma canção cuja letra diz tudo: 'Minha voz, minha vida/Meu segredo e minha revelação/Minha luz escondida/Minha bússola e minha desorientação", disse aos jornalistas do programa.

Caetano falou ainda sobre a figura pop que Gal desde o início tinha potencial para ser. Segundo o artista e amigo da cantora que faleceu nesta quarta-feira (09), Gal era uma mulher cuja figura era libertadora para as outras mulheres, em especial, mas para todo mundo.

"Quando eu soube da notícia, a primeira coisa que eu fiz foi ligar para Bethânia e Gil. Foi difícil, mas bom falar com eles", acrescentou.

Emocionado, assistiu à imagens de Gal cantando com Bethânia, enquanto ele e Gil acompanhavam.

A cantora Gal Costa morreu na manhã desta quarta-feira (9), aos 77 anos. A assessoria da artista confirmou a informação, mas a causa da morte ainda não foi divulgada.

Gal Costa estava afastada dos palcos para se recuperar de uma cirurgia realizada em setembro para retirar um nódulo na fossa nasal direita. A cantora chegou a cancelar de última hora a participação que faria no festival Primavera Sound, em São Paulo, no último fim de semana. Segundo as recomendações médicas, ela deveria dar uma pausa nos shows até o fim de novembro.