Caetano Veloso: saiba como ver a (e o que esperar da) live de Natal

O Globo
·1 minuto de leitura
Aline Fonseca / Divulgação

RIO - RIO - De Regina Casé (que sugeriu um “Rapte-me camaleoa”, canção feita para ela) à menina Lilica Rocha, de 6 anos (que mandou um vídeo tocando “Tigresa”), foram, segundo a empresária Paula Lavigne, “quase três mil, quatro mil” pedidos de músicas para a live “Vai ter Natal”, de Caetano Veloso, que será transmitida ao vivo este sábado, a partir das 21h, pelo YouTube de Caetano, pelo Canal Like (530 da Claro) e pelo Canal do Cliente (500 da Claro).

Desta vez, ao contrário da primeira live, em agosto, no seu aniversário, os espectadores não terão o prazer de ficar vasculhando as estantes da casa do artista: ela acontece no palco do Teatro Claro (antigo Net Rio, em Copacabana). E a apresentação será, basicamente, de Caetano solo, voz-e-violão: os filhos Moreno, Zeca e Tom participarão, separadamente, de apenas uma música cada um.

Sobre o repertório da live, tudo o que há são pistas deixadas por Caetano nois vídeos feitos por Paula e publicados em seu Instagram. Lilica Rocha vai ganhar a sua "Tigresa", e Otto, filho da escritora Raquel Iantas, que pediu "Um índio" e "Peter Gast", também vai ser atendido. À apresentadora Astrid Fontenelle, que foi de "Língua", teve como resposta de Caetano: "'Língua' é um trabalhão... faço pelo menos um pedaço”. E ele ainda apresenta a inédita "Alto acalanto" e foi feita em homenagem a Benjamin, seu neto recém-nascido de 7 meses.

A live "Vai ter Natal" tem direção geral de vídeo de Del Reginato e Fernando Young e cenografia de Felipe Bardy.