Caicedo e Hincapie, do Equador, são os primeiros nascidos no século XXI a jogar uma partida de Copa do Mundo

Os equatorianos Moisés Caicedo e Piero Hincapié entraram para a história da Copa do Mundo. Ao entrarem em campo na partida de abertura da campetição, entre Equador e Catar, ambos se tornaram os pimeiros jogadores nascidos no século XXI a disputar uma partida do Mundial.

Há ainda outros cinco atletas na partida que nasceram no século XXI, mas começam no banco de reservas. É o caso dos três cataris Jassem Gaber, Naif Alhadhrami e Moustafa Tarek e dos dois equatoriano William Pacho e Jeremy Sarmineto. Ao todo, 78 (9,3%) dos jogadores convocados nasceram no novo século, sendo seis deles nascidos em 2004. O mais novo, Youssada Moukoko, da Alemanha, faz aniversário hoje.

Sofisticada: Catar surpreende e entrega Cerimônia de Abertura da Copa com cara de Olimpíada

O zagueiro Hincapié e o meio-campista Caicedo são dois jogadores de destaque na equipe do Equador. Ambos atuam na Europa, em uma das cinco principais ligas. E são as apostas da seleção sul-americana para a Copa do Mundo no Catar. Conheça os jogadores.

Piero Hincapié

Hincapié, de 20 anos, teve uma ascensão relâmpago. Em 2019, deu o salto para o time profissional do Independiente del Valle. Em seguida, passou um ano no Talleres, na Argentina, e recebeu sua primeira convocação para a seleção em 2021, para a Copa América no Brasil. Desde então, tem sido o lateral-esquerdo titular na defesa do time de Gustavo Alfaro. Tal é sua fama desde que se mudou para o Bayer Leverkusen da Alemanha, em agosto do ano passado, que apareceu em comerciais equatorianos como Rambo e até um James Bond sul-americano. Atualmente, Hincapié está avaliado em mais de US$ 23 milhões (cerca de R$ 116 milhões) e estima-se que após a Copa do Mundo seu valor possa chegar a US$ 40 milhões (cerca de R$ 202 milhões). Ele é amante de bulldogs ingleses e também de videogames. Foi indicado ao prêmio Golden Boy de 2021 que elege os melhores jogadores sub-21 que atuam na Europa.

Moisés Caicedo

“Ele veio do Equador para ganhar a Premier League”. Essa é a música que os torcedores do Brighton cantam para Caicedo. Ele se mudou para a Inglaterra depois de vencer a Copa Sul-Americana com o Independiente del Valle, em 2019, e se tornou um dos melhores jogadores da seleção do Equador. Caicedo é um exemplo de trabalho e sacrifício. Veio de uma família muito pobre e agora vai disputar sua primeira Copa do Mundo com apenas 20 anos. “Eu costumava assistir aos jogos na TV de um vizinho; agora vou jogar”, comemora. Há rumores de que o Chelsea está interessado no jogador, avaliado em 17 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões). Ele tem vários apelidos, mas seu favorito é “Niño Moi”. Seu ex-técnico no Brighton, Graham Potter, o descreveu como "um garoto de primeira, ótima pessoa, jovem, e que tem todos os atributos para jogar no mais alto nível na Premier League".