Caixa conclui depósito de lucro do FGTS aos trabalhadores. Saiba como consultar saldo atualizado

A Caixa Econômica Federal terminou a distribuição aos trabalhadores do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de 2021, que foi de R$ 13,2 bilhões. Nesta terça-feira (dia 26) — com mais de 30 dias de antecedência em relação ao prazo legal, até 31 de agosto —, 106,7 milhões de trabalhadores receberam o crédito. Os beneficiados são aqueles que possuíam contas vinculadas de FGTS com saldo em 31 de dezembro do ano passado. Vale lembrar que muitos tinham mais de uma conta.

O balanço de 2021 foi aprovado em 22 de julho, sem ressalvas, pelo Conselho Curador do FGTS (CCFGTS), que também autorizou a distribuição de 99% do resultado para 207,8 milhões de contas do FGTS, ativas e inativas. Assim, o cálculo do índice de distribuição do Fundo foi feito com base em 99% do resultado do exercício anterior (R$ 13,2 bilhões) dividido pelo saldo total das 207,8 milhões de contas.

Com o crédito dos valores, as contas de FGTS contempladas alcançaram rentabilidade de 5,83% ao ano, índice que corresponde a quase o dobro da correção da poupança em 2021, que foi de 2,99%, e superior ao CDI acumulado no mesmo período, que foi de 4,42%.

Leia mais:

A distribuição do lucro do FGTS é uma política legal que visa ao incremento da rentabilidade das contas de FGTS do trabalhador, por meio da distribuição de parte do resultado positivo auferido pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, além da remuneração mensal realizada por meio da aplicação da Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano.

O resultado do Fundo corresponde ao retorno de suas aplicações e investimentos em habitação, saneamento, infraestrutura e saúde, fruto da governança do Conselho Curador do FGTS e atuação da Caixa como agente operador dos recursos do FGTS.

Como verificar o saldo atualizado

O saldo atualizado de cada conta beneficiada pode ser verificado acessando o app FGTS, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos das plataformas Android e iOS.

A quantia creditada, no entanto, segue as mesmas regras que o saldo anterior à medida. Ou seja, os trabalhadores poderão sacar os valores nos casos de demissão sem justa causa, aposentadoria, saque aniversário (para aqueles que forem optantes dessa modalidade de saque), aquisição de moradia própria e outros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos