Caixa faz feirão da casa própria com opção de financiamento sem entrada

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-03-2020 - Fachada da CEF (caixa Econômica Federal).. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-03-2020 - Fachada da CEF (caixa Econômica Federal).. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Começou nesta sexta (25) o Feirão Caixa da Casa Própria, em edição totalmente digital. O evento vai até 4 de julho e reúne cerca de 180 mil imóveis novos e 6.000 imóveis que foram retomados pelo banco.

Segundo a Caixa, a expectativa é movimentar R$ 10 bilhões em negócios nos dez dias de feirão, do qual participam mais de 800 incorporadoras.

Os imóveis novos partem de R$ 100 mil, enquanto os retomados têm preço médio de R$ 70 mil, de acordo com o banco.

Quem adquirir um imóvel retomado pela instituição financeira, chamado de "imóvel Caixa", pode optar pela nova linha de financiamento sem entrada que foi anunciada por Pedro Guimarães, presidente da Caixa, no início do mês.

É a única modalidade que não exige a entrada de 20% do valor do imóvel. Os juros começam em 2,5% ao ano, somados à remuneração da poupança e com saldo devedor atualizado mensalmente pela TR (taxa referencial), hoje zerada.

Há um detalhe: para que o financiamento seja de 100%, o valor a ser parcelado deve chegar a 90% do preço de avaliação do imóvel, por limitação do Banco Central.

O cliente poderá optar por uma carência de seis meses para iniciar o pagamento.

A oferta dos imóveis retomados varia conforme a cidade. Na capital paulista, por exemplo, há no momento apenas dez imóveis do tipo disponíveis na plataforma.

Todas as linhas de financiamento preveem o pagamento total em no máximo 35 anos. Para as residências novas, as linhas de financiamento são as regulares da Caixa. A mais recente tem juros a partir da TR + 3,35% a 3,99% ao ano, acrescidos da remuneração da poupança, e já responde por mais de 40% das contratações imobiliárias do banco que utilizam os recursos do SBPE, de acordo com Guimarães.

Outras opções são linhas com TR + 6,25% a 8% ao ano, uma linha com juros fixos, entre 8% e 9,75% ao ano, e a linha atrelada ao IPCA, com IPCA + 2,95% a 4,95% ao ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos